Planeamento de refeições – Vantagens (uma delas poderá surpreender-te!)

as vantagens clássicas, já sabes de cor: comer melhor, poupar tempo e dinheiro.

comecei propositamente por “comer melhor”, pois não faria sentido defender que planear, apenas te poupa tempo e dinheiro.

porquê?

a primeira razão é lógica: comer de forma rápida e barata não requer qualquer tipo de planeamento. ninguém precisa de planear pedir uma pizza ou passar num drive-in. fazemo-lo porque é conveniente.

a segunda razão, prende-se com o que sinto que é a minha missão: ajudar a fazer escolhas alimentares de qualidade. no ínicio, pode não ser a tua motivação principal, mas acredito que comer melhor se tornará cada vez mais importante.

e como é que planear te ajuda a comer de forma mais saudável?

pela maior diversidade nutricional. o planeamento permite-te variar. evita que faças sempre os mesmos pratos, quer seja por falta de tempo, ingredientes ou simplesmente porque já dominas a receita. tudo bem, complexidade na cozinha também não é a minha cena. mas pensa na variedade de sabores (e nutrientes) que te estão a passar ao lado sob a forma de receitas práticas e simples. hmm…

pela conveniência. se as refeições forem planeadas e se te munires de tudo o que precisas para prepará-las, dificilmente te desviarás do plano. comes mais vezes em casa e controlas todo o processo de confecção. isso, ou arriscas-te a deitar metade do frigorífico para o lixo.

o que me remete para a segunda vantagem: poupar dinheiro.

já pensaste no dinheiro desperdiçado quando não és eficiente na cozinha? quando deixas estragar alimentos que tiveste de escolher, pagar, carregar, arrumar…? e o custo de oportunidade dessas compras deitadas fora?

o tempo.

é o recurso mais transversal, mais igualitário. são 24 horas para todos. o que fazemos com elas…pois, essa é a verdadeira questão.

enquanto andamos às compras não conseguimos fazer outras coisas que gostamos, certo? podemos sempre minimizar o frete. eu descobri que se torna menos penoso ouvir os meus podcasts preferidos durante as visitas ao supermercado. ainda assim, gasta-se tempo. muito tempo, se não formos eficientes.

toda a gente diz que não convém ir às compras com fome, porque acabamos por fazer más escolhas. sem dúvida. mas fazê-lo sem uma lista inteligente, que te permita ir apenas aos corredores que precisas, sem voltas, sem distracções, é quase tão mau como ir esganado de fome.

e como arranjas uma lista inteligente, que te permita fazer compras eficientes, em menos tempo e gastar menos dinheiro?

com planeamento, claro!

bem, mas estas são as vantagens mais batidas, nada de novo. e eu prometi surpreender-te…

cuidar melhor do nosso corpo, das nossas finanças e do nosso tempo, tem um efeito espectacular no nosso estado de espírito. dá-nos uma sensação de controlo que por sua vez reduz os níveis de stress.

e é bem conhecido o efeito negativo do stress em vários orgãos, nomeadamente no cérebro.

o cérebro humano incorpora estruturas ancestrais e outras mais recentes como o cortéx pré-frontal. é aqui que residem as designadas funções executivas, tais como: capacidade de distinguir o bem do mal, definir e perseguir objectivos, antecipar resultados, ter expectivas…basicamente é a casa da autoregulação dos pensamentos, acções e emoções.

quando em presença de uma ameaça, a nossa espectacular máquina direccciona os seus recursos para zonas do cérebro mais primitivas, mas eficazes em situações de vida ou morte. ou lutas, ou foges ou finges-te de morto. o importante é sobreviver. consequentemente, sob um eventual ataque, a capacidade de autoregulação e a lógica ficam para segundo plano.

foi assim que evoluímos. e apesar de hoje em dia não sentirmos a nossa vida constantemente ameaçada por um leão ou mamute, a programação está lá e o mesmo mecanismo é desencadeado sempre que há preocupações e stress.

estás a ver onde quero chegar?

realizar actividades que activam o nosso centro executivo (aprender novas receitas, cozinhar, partilhar refeições!) e reduzir o stress, é parte do sucesso para decisões mais acertadas, resistir a gratificação imediata (vulgo tentações), entre outras coisas boas.

como vês, o planeamento de refeições não só te permite comer melhor, poupar tempo e dinheiro, como também contribuir para uma mente mais saudável, mais focada e determinada a dizer NÃO àquilo que te prejudica.

porque no fundo…nós até sabemos o que nos faz mal, né? 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *