Como manter uma alimentação natural e poupar

Como poderemos manter uma alimentação natural e poupar tempo e dinheiro?

Costumo dizer que gostar de cozinhar é diferente de ter de cozinhar todas as refeições, TODOS os dias. De maneira que todos os truques que me permitam poupar tempo a cozinhar, são bem-vindos.
E além de tempo ser igual a dinheiro, também é possível poupar ainda mais dinheiro se formos diligentes na forma como usamos os nossos recursos.

De um momento para o outro, todos tivemos que cozinhar mais em casa e, não sei como foi contigo, mas por aqui não senti que o consumo de alimentos processados tivesse aumentado (de ultraprocessados muito menos). O que significa que tenho cozinhado muuuiiito, de raiz e sem ajuda 😐

Daí ser útil ter alguns truques para conseguir manter uma alimentação natural e poupar tempo e dinheiro.

Acabei por separar este artigo em duas partes: primeiro falarei de poupar tempo e depois de poupar dinheiro.
Vamos a isso? 🙂

Poupar tempo

Antes de mais, deixa-me dizer-te que neste artigo não vou falar de planeamento de refeições pois é um assunto recorrente aqui no blog. Podes ver mais sobre planeamento de refeições e seus benefícios aqui, aqui

Lista base

Já estou a assumir que há uma lista e que a usas de cada vez que vais às compras 😀
Existem produtos que compramos sempre, independentemente do menu escolhido. Se construirmos uma lista (base!) com esses habitués torna-se mais rápido identificar o que está em falta.

“Filho pródigo, à casa torna”

Fazer as compras nos mesmos locais não é rocket science mas evita perder tempo à procura dos corredores que precisamos visitar.
Quando conhecemos os cantos à casa, podemos “atacar” a lista pela sequência certa, tornando o percurso mais eficiente.

[por aqui chegou a haver uma “competição” para ver qual dos dois fazia as compras mais rápido heheh]

Compras online

Neste caso temos a vantagem de no site do supermercado poder guardar uma lista, à qual apenas precisamos de juntar os itens do menu semanal, evitando perder tempo nas deslocações.
Se como eu preferes escolher os frescos, podes fazer a encomenda online dos produtos menos perecíveis (secos, congelados) e comprar os frescos antes de recolher as compras online.
Outra opção: subscrever um cabaz de hortícolas 🙂

Desensacar

Por vezes temos vontade de atirar tudo para dentro do frigorífico. Mas acredita que se seguires as dicas anteriores, chegarás a casa muito menos cansada 🙂 Cada coisa deve ser arrumada no seu devido lugar, seja no frigorífico ou na despensa.
Se não tiveres oportunidade de usar as tuas embalagens nas compras a granel, é nesta altura que seria desejável fazer a trasfega.

Duplicar, triplicar…n-plicar

Acho importante variar, mas tento não descurar o lado prático. Se a dieta for pensada ao micronutriente, manter uma alimentação natural torna-se demasiado complexo e, eventualmente, acabamos por desistir.

Meal prep e batch cooking

Esta sou super fã. Mas assumo aqui perante o Mundo que não sou consistente 😀
Lavar/cortar/acondicionar os vegetais que serão precisos para a semana; fazer marinadas ou vinagretes; temperar as proteínas, demolhar/cozer as leguminosas e cereais são alguns exemplos de coisas que podemos fazer e que poupam imenso tempo e garantem semanas mais tranquilas.
Também podes cozinhar algumas refeições antecipadamente. Há quem reserve um par de horas ao sábado ou domingo para fazer as refeições até meio da semana (ou mais e congelar).
Imagina chegar a casa depois de um dia de trabalho e poder simplesmente tirar um recipiente (de vidro!) do frigorífico e jantar na praia, ou no parque…tão bom!

Poupar dinheiro

Lista à risca

Não vale a pena comprar só porque está em promoção ou porque “pode dar jeito”. Não está na lista? Fica 🙂

Reinventar

Aproveitar as sobras ao máximo seja numa sopa, batido, sumo verde, caldo de legumes, valenciana,…frittata (os ovos são extremamente versáteis e por isso é útil ter sempre uma reserva).
Nas minhas redes sociais encontras várias ideias.

Cozinha eficiente

Se acompanhas o meu trabalho, esta dispensa apresentações 😀
Duas receitas usam o forno? Coloca-as ao mesmo tempo, para poupar energia eléctrica. Duas receitas utilizam o processador? Fá-las de seguida, numa sequência óptima, de forma a evitar que tenhas de o lavar entre receitas (espreita este post).
Nota importante: cuidado com a contaminação cruzada.

Horta particular

Cada vez mais popular 🙂 Nem toda a gente tem espaço/gosto/conhecimentos/familiares que produzem alimentos. Mas se forem uns vasinhos com aromáticas? Dará?
Já estive tentada a instalar uma coisinha destas na varanda. Será que este ano passo à acção? 😀

Granel

Não só poupamos dinheiro como reduzimos as embalagens. Win-win!

“Bio ou não, eis a questão”

Nem sempre é possível comprar a versão XPTO de todos os produtos. Relativamente aos vegetais e fruta podemos optar por apenas comprar a versão biológica dos 12 primeiros da lista compilada pelo Environmental Working Group, dos 20 do meio da lista (se houver margem) e comprar convencional dos últimos 15 (excepto o milho). É como tento gerir a coisa.
Em relação à proteína animal, os preços dos produtos bio e de pasto costumam ser elevados 😐 Podemos tentar escolher carnes e/ou cortes mais baratos ou optar por produtos ultracongelados, ou até optar por “do campo” em vez de “biológico” (no caso de aves e ovos).
Só tem atenção às alegações presentes na embalagem…Nem tudo o que parece, é. Procura pelos respectivos selos (este para carne e ovos e este para bio).

“Just buy it!”

Compra os ingredientes da lista e cumpre o teu planeamento. É pouco provável que se tiveres tudo comprado e arrumado, te desvies do que tinhas planeado. “Ah mas hoje não me apetece comer ____!” Improvisa 😉
Ter um menu é melhor que não ter nenhum, especialmente se estás na transição para uma alimentação menos processada.
O menu semanal permite-te poupar tempo e dinheiro mas não é uma prisão. A ideia com é ganhares liberdade, não perdê-la 😉

Aqui ficam algumas ideias de como manter uma alimentação natural e poupar tempo e dinheiro.
Agora é a tua vez: que truques usas em tua casa com o objectivo de poupar? Partilha nos comentários 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *