Como organizar marmitas escolares (e não só!)

Blog
este ano tomei uma decisão que estava a adiar: enviar toda a alimentação dos meus filhos para a escola! são várias as razões que me levaram a tomar esta decisão e, como disse, a ideia já é antiga. digamos que este ano ganhei coragem...para testar :D sempre que se fala em marmitas e, principalmente, marmitas escolares, surgem muitos receios. o primeiro de todos creio que é o tempo e a logística necessários. poucos duvidam que, em geral, a comida (de verdade!) feita em casa é superior nutricionalmente à servida na escola. mas compensará o esforço em tempo e dinheiro? tinha de testar! cada caso é um caso e para a minha realidade, identifiquei os seguintes prós e contras: prós ter maior controlo sobre o que se come ter uma alimentação…
Read More

Gerir uma vida saudável – Parte III

Blog
Acedeste ao desafio que te lancei na parte II? :) Como disse anteriormente, só conseguimos chegar onde sabemos que queremos chegar. É excitante fazer uma viagem sem grandes planos, daquelas em que apenas sabemos que vamos no dia x e regressamos no dia y. Mas indiscutivelmente, parte do prazer de uma aventura dessas, reside na possibilidade de ir onde nos apetece, estar com quem desejamos, visitar os monumentos, as florestas, os museus, os desertos que queremos… O que seria de uma viagem sem destino, se estivéssemos sempre à mercê dos desejos dos nossos companheiros? Sempre a dizer que sim a tudo, mesmo sem vontade? Na vida é a mesma coisa: cedemos, encaixamo-nos, criamos espaço para acomodar as necessidades de quem gostamos…mas e nós? Onde ficam nossos desejos, vontades…sonhos? A Super…
Read More
5 perguntas antes de ir de férias

5 perguntas antes de ir de férias

5 Pontos, Blog
as férias estão a chegar! yay! depois de meses a fio a trabalhar, o corpo e a mente pedem mesmo uma pausa, uma fuga à rotina. há férias para todos os gostos e feitios e, quando há crianças ao barulho, podemos ter de encontrar um novo ponto de equílibrio (ou não!). desde que temos filhos já fizemos algumas viagens de avião, umas mais curtas, outras mais longas, com escalas, sem escalas...para sul, para norte, para oeste... segundo os meus pais, fiz a minha primeira viagem aos 6 meses. considerando que fazia pelo menos uma viagem luanda-lisboa-luanda por ano, e cada uma dura cerca de 8 horas, estimo (por baixo) que já tenha passado 23 dias inteiros a voar (ouch!). isto explica em parte o porquê de, para mim, não ser…
Read More

Entrevista à Alexandra, do blog Nutri.Healthy.Alex

Entrevistas
Há muito que queria falar de um tema que não vejo muito difundido em Portugal: a dieta pobre em FODMAPs. "O quê??" Pois :D Esta dieta foi desenvolvida a partir de vários estudos realizados pela MONASH, uma Universidade Australiana, e consiste em limitar alimentos que agravam os sintomas associados ao Síndrome do Intestino Irritável (SII). Além da minha curiosidade natural (não sofresse eu de alguns problemas gastrointestinais), recebi de algumas subscritoras, pedidos expressos para excluir determinados alimentos dos menus Simplify Eat. Num dos casos, confirmei que se tratava de uma tentativa de controlar o SII. Assim, para satisfazer as restrições assinaladas, tive de ir estudar, que é como quem diz: pesquisar por essa net afora. Infelizmente, quando andei pelos sites sobre FODMAPs, não "apanhei" o Nutri.Healthy.Alex. Foi só quando provei uma…
Read More

Gerir uma vida saudável – Parte II

Blog
Dizia eu na parte I desta série, que após recomeçar a fazer exercício voltei a sentir mais energia e decidi deixar de tentar ser a Super Mãe. Queria ser a mãe presente, que sempre idealizei. Então para mim, uma ex-Super Mãe em actualização, foi importante perceber que se o meu objectivo era chegar à versão melhorada, tinha necessariamente de incluir determinadas acções (e respectivas tarefas) no meu dia-a-dia. Logo, era essencial gerir o meu tempo de forma mais inteligente e alinhada com o meu “novo” objectivo. E o exercício que fiz, aqui descrito de forma linear, mas que obviamente teve avanços e recuos, desenrolou-se mais ou menos assim: 1º assumir que algo não estava a resultar (sinto-me sem energia) 2º perceber o que não estava a resultar (a minha faceta…
Read More

Entrevista à Nutricionista Fernanda Martins

Entrevistas
Cruzei-me com a Fernanda num grupo de Facebook (Crescer Vegetariano) no dia em que apresentei o meu projecto. Como conto com a colaboração de dois dos seus membos, fiz um post a apresentar o Simplify Eat e foi a Fernanda que, com muita sensibilidade, me alertou para uma questão que me escapou, tal era o entusiasmo :D Percebi que tinha infringido as regras do grupo, pois este projecto não é vegetariano (assim como também não é paleo, ou keto, ou outro rótulo qualquer). O que proponho é uma alimentação minimamente processada, baseada em produtos de época, na minimização de desperdícios, no respeito pelo ambiente e pelas opções e individualidade de cada um. Retirei o post e agradeci-lhe o “toque” por mensagem privada. Conversámos um pouco. Contei-lhe da minha paixão por…
Read More
H2O – A “dieta” que deveria entrar na moda

H2O – A “dieta” que deveria entrar na moda

5 Pontos, Blog
há dias o meu primo enviou-me este vídeo. "pensei logo em ti", disse ele. hmmm...seria pelo matt damon? ;) e ontem, enquanto dava assistência técnica ao banho do meu filho (hehehe), observava a sensação de bem-estar e alegria proporcionada pelo correr da água sobre o seu corpinho pequenino. descendemos de seres aquáticos que, corajosamente, abandonaram o seu meio para se aventurarem em terra. no entanto, mantivemos a dependência desse líquido vital e creio que nos ligam coisas bem mais abstractas, que a nossa fisiologia. água é vida, água é brincadeiras à chuva, água é útero materno...entrar na água é sentir um abraço reconfortante da mãe natureza. mas a mãe está zangada e, à latitude em que me encontro, não nos tem brindado com o seu precioso recurso. e eu estou…
Read More

Gerir uma vida saudável – Parte I

Blog
Esta é a primeira parte de um texto, em que abordarei a gestão de tempo e como, ao torná-la mais eficiente, consegui aumentar os meus níveis de energia, produtividade e bem-estar. Há tempos escrevi sobre a importância de considerarmos a individualidade nas escolhas alimentares. O mesmo se aplica ao presente tema, pois só uma abordagem personalizada contém as soluções adequadas aos desafios de cada um. Ultimamente tenho-me debruçado sobre outras dimensões da saúde, para além da nutrição. Cada vez mais me interessa perceber o impacto do estado de espírito na saúde, assim como a forma como o podemos afectar de forma positiva adoptando (bons) hábitos/rotinas no nosso dia-a-dia. Todos nós temos hábitos incutidos, bons e menos bons, mediante os quais realizamos tarefas de forma quase inconsciente. Uma espécie de piloto automático. E…
Read More
Como curei a “enxaqueca de supermercado”

Como curei a “enxaqueca de supermercado”

5 Pontos, Blog
a economia comportamental assenta na premissa de que somos irracionais nas nossas decisões económicas, e considera que existem outros factores, além da lógica, que pesam na nossas escolhas. desejos, hábitos, normas sociais e até o ambiente físico que nos rodeia, afectam-nos mais do que pensaríamos (ou gostaríamos). e o mais engraçado é que muitas vezes, nem nos damos conta do seu papel nas nossas tomadas de decisão. a questão do ambiente físico é muito interessante, pois pode influenciar positiva ou negativamente o nosso comportamento enquanto consumidores. hoje fala-se muito em nudge, uma técnica usada para modelar o nosso comportamento sem que nos apercebamos. existem vários exemplos de nudge aplicados à alimentação saudável. por exemplo, acrescentar adjectivos como "tenro", "suculento", "crocante" às opções mais saudáveis de um menu, aumenta a probabilidade destas opções serem…
Read More
Carta aos colegas pais

Carta aos colegas pais

Blog, Uncategorized
  estimados colegas, decidi partilhar convosco algo que me incomoda imenso nas festas na escola: os saquinhos de doces. e se me “incomoda imenso” porque me atrevo a chatear-vos com algo que é meramente pessoal? porque acredito que é tudo menos pessoal. é uma questão social, que diz respeito a todos: a saúde dos futuros cidadãos. não pretendo fazer uma abordagem científica, pois já todos conhecem os malefícios e o potencial de adição do açúcar. evoluímos de forma a procurar, reconhecer, desejar esta fonte rápida de energia quando mais precisávamos dela: há milhões de anos atrás. foi uma característica tão importante para a nossa sobrevivência, que vingaram aqueles que tinham maior apetência para a dádiva da natureza, que são os açúcares. nós somos os descendentes desses autênticos perdigueiros de calorias…
Read More